domingo, 8 de julho de 2007

Natalidade

A partir de 03-07-2007, cada família, espanhola, receberá 2 500 euros por cada novo filho que nasça ou que adoptem. O anúncio foi feito pelo Primeiro-ministro espanhol, Zapatero, no debate sobre o estado da nação, alertando que para progredir, Espanha precisa de mais famílias com mais filhos, e que para terem esses filhos, as famílias precisam de ser apoiadas. Ao contrário da nossa vizinha Espanha nós portugueses, implementamos e incentivamos o aborto, para este governo, Portugal não necessita de mais filhos, necessita sim de mais emigrantes, com o intuito de se praticar baixos salários e criar precariedade no emprego, levando cada vez mais ao enriquecimento de clientelas partidárias, que tudo fazem para atingir os seus fins. Continuo a assistir a destruição do meu País, temo que um dia a nossa identidade não passe de um pedaço de história.

3 comentários:

Joaquim Santos disse...

Essa é que é a verdade,os governos após 25 de Abril tem como unico objectivo destruir Portugal.

Anónimo disse...

Em Espanha o aborto é legalmente admitido até mais tarde do que em Portugal. Que falta de coerência nesse "raciocínio"...

navegação disse...

Falta de coerência! Não me parece meu caro, se não vejamos Espanha promove a natalidade enquanto Portugal promove únicamente o aborto. As politicas do aborto, só nos levam para um poço sem fundo, esta é a situação da nossa vizinha Espanha, onde se pode ler ...no debate sobre o estado da nação, alertando que para progredir, Espanha precisa de mais famílias com mais filhos...

Continuo sem perceber onde esta a falta de coerência.