domingo, 12 de agosto de 2007

Festa do Avante - comemora genocídio criminoso de milhões

Como todos sabem, aproxima-se o mês de Setembro e o PCP (Partido Comunista Português) prepara mais uma das suas festarolas para uma classe de portugueses ainda anestesiada pela revolução de Abril. Nada de mais se não fosse o destaque dado, evocação do 90º aniversário da Revolução de Outubro, para que saibam também é conhecida pela Revolução Vermelha ou Revolução Bolchevique (russo: Большевик é uma palavra da língua russa, e significa "majoritário"). A Revolução de Outubro (Novembro de 1917, pelo calendário ocidental), na qual o Partido Bolchevique, liderado por Vladimir Lenin, derrubou o governo provisório, tornando-se a primeira revolução comunista marxista do Século XX, responsável pela morte de milhões de pessoas e pela deportação forçada e tortura de outros tantos milhões, durante o tempo que durou o comunismo União Soviética. Tanta critica se faz ao Estado Novo por parte deste e de outros partidos, para depois nos presentearem com a revolução de Outubro de 1917.
Segundo a ex-comunista Zita Seabra na altura do PREC, mais de 30 mil pessoas foram executadas em Angola pelos comunistas, incluindo actos de uma verdadeira barbárie, como fuzilar mulheres grávidas e crianças.

4 comentários:

PintoRibeiro disse...

Benvindo K'mrd.
Abraço.
Linkei.

Ricardo Zenner disse...

Em termos puramente numéricos, José Estaline foi o maior assassino de massas da História. Seguem-se-lhe Mao-Tsé-Tung, Pol Pot e Lénine. Todos eles comunistas.

Realmente, um lindo cadastro... E os vermelhos ainda se atrevem a acusar os nazis. O melhor era estarem calados.

Os verdadeiros terroristas disse...

Até parece que só os "comunistas" praticaram crimes,secalhar são comunistas aqueles que invadiram o Iraque, secalhar são comunistas aqueles que financiam golpes de estado como o que aconteceu em 1973 no Chile para derrobar um presidente DEMOCRÁTICAMENTE eleito, para finalizar parece que para pessoas como o dono deste blog, os negros em Angola só começaram a ter valor depois da queda do "estado novo" pois até aí eram terrorista a abater...

Anónimo disse...

A «democracia» é o segundo PIOR sistema político possível, já dizia Platão há mais de 2000 anos. Na melhor das hipóteses, é a vitória da mediocridade; na pior, descamba para a tirania.

Ò anónimo anterior: não tenho qualquer respeito pelas «democracias». E parece que os que a endeusam não aprenderam nada em mais de 2000 anos. Se calhar, gostam da mediocridade, é o que é.

E o Ricardo expressou um FACTO. Quanto aos américas, broncos DEMOCRATAS que querem impôr a sua «democracia» pela força das armas, bastará dizer que são controlados pelos mesmos que controlavam a ex-URSS. Esses diziam que a URSS era «the best enemy money can buy».